(re) inicio

Isto é um (re) início.

Mudamos de ideias, decidimos ficar!

Queremos continuar a comunicar as nossas ideias de forma livre e por essa razão, demos um passo atrás, para dar dois à frente.

Eu erro, não tão poucas vezes quanto isso, eu erro! Diz o ditado que: errar é humano! Eu sei que não só, mas a frase fica sempre bem.

A decisão publicada no final do ano passado que dava conta do final das atividades aqui no blog, foi precedida por dois eventos quase em simultâneo que me despertaram para uma nova realidade e que coloca em causa o direito à liberdade de expressão e aos principais valores de liberdade conquistados em democracias saudáveis.

Mas deixem-me explicar:

Na semana em que anunciei o “fim” do blog, vi duas mensagens censuradas no facebook por “desrespeitarem as regras da comunidade”. Ambas, de sentido humorístico e obviamente na minha opinião sem caracter ofensivo.

Não obstante, na rede social instagram, vi-me a receber um “strike” (mensagem de alerta de punição com encerramento de conta), por duas imagens publicadas em 2019. Ambas, entretanto, também removidas pela própria rede da plataforma.

Nota que defendo que o sentido de humor é um exercício de intelectualidade, que tal como a cultura, não está acessível a todos, havendo estratificações de alcance e capacidade assimilativa. Por essa razão, há quem só compreenda e aprecie arte popular e há quem saiba interpretar Picasso, ou Dali. No humor, há quem só se ria com Fernando Rocha, ou “Malucos do Riso” e há quem aprecie Rui Sinel de Cordes.

“Eu posso não concordar com o que Tu dizes, mas vou lutar com todas as minhas forças pelo direito de o dizeres.”

Não tenho medo de mudar de ideias, tenho sim é medo de não ter ideias para mudar, heis-me com o sentimento de um adolescente que saiu de casa dos pais abruptamente e sem refletir, regressa a dar valor ao abrigo e liberdade que sempre teve e não sabia.

Para estares sempre a par do que vamos fazendo, sugiro que subscrevas o BLOG, no canto superior direito e recebes notificações por email, sempre que um artigo é publicado.

Agora vamos ao trabalho, porque há muita gente para pôr a andar de bicicleta e outros tantos para ajudar a tirar mais prazer deste magnifico objeto que nos une.

Doravante, toda a comunicação primaria relativa às ações do ProjetoPEDAL, passarão por aqui, uma forma de estar a par de tudo, é SUBSCREVER o blog e receber notificações por e-mail a cada artigo que publicamos.

Obrigado pelo vosso apoio e compreensão,

Pedro Silva

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s