Eliminar dormência das mãos no ciclismo de estrada.

Não há nada como ter a bicicleta ajustada ao ciclista!

Ouço cada vez mais pessoas dizer que o bikefit é uma moda, mas afirmar isto é o equivalente a dizer que fazer um electrocardiograma também o é!

Talvez o fosse há uns anos atrás quando o método e o sistema surgiu, mas o tempo e a ciência demonstrou que não há nada como avaliar para prevenir e aqui falamos exactamente do mesmo!

Um bom sistema e uma boa avaliação, carecem de um bom conhecimento de fisiologia e fisionomia que resultam numa posição. E uma boa posição é aquela que permite ao praticante o maior número de horas em conforto em cima da bicicleta e claro, uma reduzida probabilidade de lesão, porque é importante não esquecer que a dor não é uma forma de afirmação máscula e viril, é sim uma informação sensorial de que algo está errado.

“(…)E uma boa posição é aquela que permite ao praticante o maior número de horas em conforto em cima da bicicleta(…)”

Mas há casos em que o problema não se manifesta imediatamente com dor. A apenas a dormência, ou perda de sensibilidade surge como forma de alerta, onde ocupa os lugares cimeiros nas que são as duas principais queixas dos ciclistas. São elas: em primeiro a dormência genital e em segundo e não menos frequente, a perda de sensibilidade na extremidade dos membros superiores, que é como quem diz, deixar de sentir os dedos das mãos.

Neste texto vou deixar uma dica para ajudar a resolver este problema, que embora seja comum no btt e na estrada, tem uma origem comum, mas solução técnica ligeiramente diferente caso estejamos a falar de uma modalidade ou da outras das que referi.

Hoje é para o ciclista de estrada.

Acabar com os dedos dormentes.

Os processos existem por alguma razão, uma casa não se constrói pelo telhado e com isto quero dizer que antes de começar a investir em trocas de material, devemos certificar-nos que efectivamente há incompatibilidades com o que temos e como? Obviamente recorrendo a um profissional competente!

A dormência dos dedos ocorre quando existe pressão excessiva numa zona da palma da mão, o que afecta um dos nervos responsáveis por enervar parte deste membro.

Por regra no ciclismo é na região exterior onde passa o nervo Ulnar. Como qualquer outro nervo, este tem origem na coluna vertebral, mais especificamente das vértebras cervicais à primeira torácica e ramifica para enervação muscular até ao dedo mindinho. Por essa razão este é o primeiro membro onde em caso de compromisso de dano perdes a sensibilidade.

A primeira solução passa por consultar um profissional de biomecânica para corrigir a posição dos pontos de contacto com a bicicleta. O simples ajuste/bikefit na maioria dos casos resolve o problema, mas há situações pontuais, que por não haver alteração da postura (braços esticados) a situação persiste. Outras situações em que por zelo ainda recomendo a adopção extra desta medida e com excelentes resultados.

Mas do que se trata afinal?

Há duas marcas (que eu conheça), que tem um acessório vendido conjuntamente com a fita do guiador que reduz de forma muito significativa a pressão exercida e o aumento do nível de conforto.

O kit contem 4 peças, duas para cada lado do guiador, uma fica na parte superior que acompanha a posição mais comum dos praticantes de lazer e a outra fica colocada nos drops.

Esta solução também é adequada aos praticante cuja mão seja de grande dimensão.

Antes desta solução, atletas profissionais usavam duas fitas, uma colocada por cima da outra com o objectivo de ter exactamente a mesma situação. Aumentar o diâmetro do guiador, reduzir a vibração que chega das rodas e do quadro e reduzir a pressão sobre a palma das mãos e os problemas inerentes, um dos quais o que mencionei.

Curiosidade é o facto de ser uma solução muito prática, funcional e até muito barata. Pouco mais custa do que um simples par de fitas de boa qualidade e em alguns casos até é mais económico que fitas de todo de gama.

O único ponto negativo é mesmo o facto de poucas marcas disponibilizarem esta solução.

Tanto quanto sei apenas a Specialized e a Fizik disponibilizam isto, se eventualmente tiveres conhecimento de outras marcas, partilha com o pessoal.

Mas não te esqueças do que disse no inicio do texto, primeiro deves ter a bicicleta devidamente ajustada a ti!

Espero ter ajudado e votos de boas pedaladas 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s