COMPETIÇÃO A MAIS, PEDAGOGIA A MENOS

Ganhar e ensinar, são coisas absolutamente distintas. Se a segunda poderá levar à primeira, já o oposto dificilmente, ou só por bafejo da sorte, ocorrerá.

Competir é uma excelente forma de pedagogia, a melhor se querem que vos seja sincero.

Mas ganhar não significa de todo ser competitivo, ou que tenha havido competição sequer. Lá porque na foto aparecem muitas crianças na grelha de partida, isso não significa que haja uma justiça desportiva lá no meio, isto porque há alturas, em que para estar à frente não é preciso ser-se bom, basta ir à boleia do crescimento natural e de repente, os tolos ficam fascinados com o brilho, mas como nem tudo que reluz é ouro, não basta ganhar muitas corridas para se ser um campeão.

Por mais que leia, continuo a procurar responder à dúvida: “Gostar de ganhar é um traço da personalidade nata ou inata? Neste aspecto, seremos uma tela em branco quando nascemos, ou já está no código genético a competitividade?”

(Continuar a ler…)

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s