Trilhos limpos, por favor.

trilhos limpos trilhos vivos

CHEGA!!! Há uma linha que separa um amante da natureza de um badalhoco, há uma linha que separa um organizador de eventos de um criminoso ambiental!

Se em tempos foi o btt, agora é o trail, certo é que é quase impossível percorrer um qualquer trilho de mata ou de serra sem nos depararmos com uma série de fitas deixadas ao abandono, lixo.

São literalmente ás centenas os praticantes que todos os fins de semana correm por esses trilhos fora, pagam para que lhes organizem o “passeio”, para que este esteja devidamente identificado e marcado, para terem uma ou outra garrafa de água no final e também no final vão para casa com as pernas pesadas e a consciência satisfeita do dever de exercício cumprido, mas saberão eles que pagaram para que as fitas fossem colocadas, mas pelos vistos não retiradas!?

Tilhos na Maia, marcados com fitas da empresa Henisa.

Tilhos na Maia, marcados com fitas da empresa Henisa.

Os eventos organizados tornaram-se numa espécie de cancro das matas e serras que envolvem as grandes cidades, a situação está fora de controlo e insustentável para quem minimamente preza o ambiente, os organizadores tornaram impossível que alguém possa gozar de um agradável passeio numa mata limpa. O curioso é que espalharam as fitas com o argumento de proporcionar passeios e lazer na natureza, os municípios e o poder local parece desconhecer esta epidemia, ou simplesmente ignoram.

Maia, Valongo, Vila do Conde são alguns dos locais por onde pedalo habitualmente, aliás, por onde sempre pedalei desde que em meados do início da década de 90 comecei a praticar btt. Sim, sou do tempo em ciclistas se cumprimentavam, sou do tempo em que as organizações recolhiam as suas fitas sinalizadoras, que terminando a sua função no dia da prova passam a ser mais lixo, deixado ao abandono.

Saberão os PATROCINADORES como anda a ser tratada a imagem deles? (Restos de uma prova de Trail organizada na Maia)

Saberão os PATROCINADORES como anda a ser tratada a imagem deles? (Restos de uma prova de Trail organizada na Maia)

O lixo acumula-se nos trilhos e como se não bastasse as fitas, os próprios praticantes fazem questão de lá ir deixando as embalagens da sua alimentação desportiva, são papéis de barras energéticas, géis e uma ou outra garrafa de água. Prova atrás de prova é possível ir por um caminho fora e contar diversos tipos de fitas agarradas à vegetação, umas mais recentes que outras, mas com uma coisa em comum, todas elas propositadamente esquecidas.trilhos limpos trilhos vivos 6

Os organizadores prometem umas horas de maior ou menor prazer, de acordo com a condição física de cada um e no final esquecem-se de recolher o lixo que lá colocaram. E ninguém quer saber! As fitas na sua maioria não permitem identificar o organizador, propositadamente acredito, caso assim não fosse não estariam lá.

A quem compete fiscalizar isto? A quem compete manter os trilhos limpos?

Os Municipios que segundo alguns Sites de organizadores "legalizam" as provas, fiscalizam?

Os Municipios que segundo alguns Sites de organizadores “legalizam” as provas, fiscalizam?

Não dignifica o desporto, a modalidade, os praticantes, ou os Concelhos.

Não deveriam os organizadores serem fiscalizados? As fitas identificadas e posteriormente sujeitos a coimas por falta de limpeza?

E todos estes pseudo amantes da natureza que andam por esses trilhos fora “disfrutar” da natureza e não pedem responsabilidades a quem lhes organizou o evento cobrando dinheiro para o efeito, mas depois se esqueceu de limpar?

“NÃO TIRES MAIS QUE FOTOGRAFIAS E NÃO DEIXES MAIS QUE A TUA PEGADA”

Alguém me sabe dizer se isto é apenas um problema desta zona do país?

Não pactues, os trilhos são de todos, denuncia!

Anúncios

7 responses to “Trilhos limpos, por favor.

  1. No Alentejo as organizações de eventos, antes das provas elegem uma equipa para limpar o percurso. Também os ciclistas já estão mentalizados para não deixar nas matas as embalagens das barras e geis e estão a cumprir, só algum que cai do bolso ou por não ficar bem no bolso devido a ser posto com luva. Esta a cumprir-se as regras da boa educação e respeito pela Natureza.

  2. Muito bom este teu comentário, pois é de lamentar este tipo de estupidez por parte das organizações, conheço um grupo, e amador que organiza uma provazinha sem fins lucrativos e que no final de todos vem malta desse grupo “Queimados Btt – Viana do Castelo” onde eles próprios no final de todos os concorrentes passarem, passam eles a recolher logo as fitas e os restantes lixos. Isto por essa localidades por ti mencionadas, cada dia que passa estão bem piores, falo porque passo tmb por lá e vejo. Este mal é geral visto as organizações só verem e querem é ter lucros….. que alguém competente tem que fazer algo tem….. abraços e boas pedaladas e de preferência sem lixoooooooooo!!!!

      • Sim, concordo Pedro que devemos denunciar, eu já cheguei a fazer “queixas” a uma certa organização, e um dos elementos até é dono duma loja de bicicletas, e ele e outros elementos “convidaram-me” se é que me faço entender para ir tomar uma “café” :-/ , por isso fiz e reportei às autoridades mais competentes. Eu nesses campos durmo tranquilo 🙂 abraço e continuação de este teu projecto. p.s: um destes dias vou-te ligar para ir fazer um bike fit, pois tenho dois amigos de Viana que foram aí e adoraram.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s