Vira o disco e toca o mesmo, mas em formato maior.

O mercado é cíclico.

bmc4

Primeiro vieram as 29er e as “velhinhas” 26 ficaram “démodé” (e ainda hoje me disseram precisamente isso, parece que por magia deixaram de cumprir a função, assim dita o marketing).

bmc1

Agora que o mercado está literalmente entupido de 29ers, parece que (a exemplo do que aconteceu com as “démodé” 26) as marcas vão convencer que afinal as rígidas não são assim tão boas, “-Vejam só as Full Suspension (suspensões totais) a ganhar campeonatos do mundo!” – é a mensagem que se quer passar.

Não tarda vão surgir novos estudos sobre geometrias, triângulos traseiros, eixos de pivot e outros que tal. Sistemas que bombeiam mais, outros que bombeiam menos e como a suspensão total pode aumentar o teu rendimento e blá…blá…blá…

E o mercado vai atrás!

bmc3

Daqui a dois, quem sabe três, ou mesmo quatro anos, quando os argumentos das suspensões totais se esgotar, quiçá virão os quadros em Kevlar, porque afinal de contas será mais leve, mais resistente e o carbono não é assim tão bom. Digo eu!

bmc2

São modas senhor, são modas!

Porque afinal de contas para quem anda aqui há um tempinho, isto parece um “deja-vu” e não tarda nada voltamos todos às calças com boca de sino.

Anúncios

One response to “Vira o disco e toca o mesmo, mas em formato maior.

  1. Com certeza !
    O mercado, vai estar sempre se “renovando”, pra vender os seus produtos…quem tem dinheiro, que o acompanhe!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s