Perpectivas

Obviamente que estavam a pedi-las!

Obviamente que estavam a pedi-las!

Nos últimos anos, pelo menos 3 pessoas que eu conheço interferiram no trajeto de automobilistas.

Um amigo impediu com o próprio maxilar, que uma senhora abrisse por completo uma porta enquanto ele e uns amigos passavam de bicicleta, felizmente apenas o maxilar se fraturou em diversos sítios e a porta não sofreu qualquer dano.

Um conhecido meu, estragou o dia a um automobilista, quando não se atirou por iniciativa própria para a valeta na estrada marginal junto ao Rio Douro, tendo obrigado o próprio automobilista a fazer este trabalho. Felizmente os danos maiores ficaram com o ciclista, somando vários traumatismos, um ao nível do foro psicológico que dura até hoje. Mas mais grave é ter de viver com o peso nos ombros de ter impedido um automobilista de cortar uma curva a mais de 80kms hora.

Um outro grande amigo, teve o descaramento de se atravessar na frente de um microcar e usar o capot deste como trampolim para saltar mais de 5 metros à sua frente, como que em jeito de desafio ao idoso a dizer que se divertia ao estragar a chapa do seu bólide com a própria coxa.

Temos casos mais mediáticos que terminaram com a respetiva paga que mereceram.

Burry Stander desafiou um taxista e os relatos dizem que o táxi ficou gravemente danificado pelo embate, Burry atreveu-se a morrer para não enfrentar os problemas que causara aquele automobilista.

Idêntico foi o caso de Iñaki Lejarreta, que se deixou ficar à frente de um automobilista a uma velocidade inferior à deste, obrigando-o obviamente a leva-lo à frente matando-o, felizmente o automobilista saiu ileso sem qualquer ferimento.

Estes ciclistas são extremamente perigosos para os automobilistas e podem provocar danos avultados nos seu veículos, são revestidos muitas vezes por rijas musculaturas e alguns usam quadros de aço para provocar mais estragos em caso de colisões.

Este texto pode parecer drástico, mas é esta a maneira que tenho de reagir, quando tenho um amigo automobilistas que me questiona se este “novo código” não é extremamente perigoso para os ciclistas.

Se não fosse trágico, até seria cómico!

Ajuda a divulgar e a mudar mentalidades.

Ajuda a divulgar e a mudar mentalidades.

 

Gostaste do artigo? Identificas-te com o tema e com o movimento? Passa no FACEBOOK e deixa-nos lá um

Like_1

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s