Pensas que sabes pedalar?

pedalada3

A nobre arte de pedalar guarda em si muitos segredos.

Antes de mais, é de salientar que este artigo é exclusivamente dirigido para quem usa pedais de encaixe e para quem vê o ciclismo como desporto, ou pretende iniciar-se, ou mesmo que já ande na competição desportiva.

Um olho bem treinado e que sabe o que procurar, facilmente aponta quem não sabe pedalar. E tu que estás a ler, não te rias, é muito provável que faças parte deste grupo de ciclistas que desperdiça por completo a potencialidade de uma boa pedalada e se limita a pisar, pisar, pisar.

Numa pedalada eficiente aplica-se força nos 360º do movimento. Isto é a pedalada perfeita!

De salientar que a aplicação de força e a forma como esta é feita não é homogénea e varia em função do ciclo da pedalada.

Tu que pedalas aos Domingos, usas uns míseros 30/40% desta eficiência, mas quem anda na competição não fica muito mais à frente.

O ciclista típico apenas exerce força nos pedais de forma descendente (o movimento assinalado a verde), alguns puxam (movimento assinalado a laranja) e raros são os que promovem as transições com aplicação de força.

O ciclista típico apenas exerce força nos pedais de forma descendente (o movimento assinalado a verde), alguns puxam (movimento assinalado a laranja) e raros são os que promovem as transições com aplicação de força.

Pedalar é um movimento muito complexo, que pode envolver muitos músculos(o numero de músculos envolvidos está diretamente ligado à técnica e eficiência da pedalada em causa). Quanto maior for o grupo de músculos que utilizarmos na pedalada, mais eficiente esta vai ser e no ciclismo eficiência significa: VANTAGEM. E ponto final!

Já muitos terão ouvido a expressão “pedalar redondo” e se terão questionado, se existe o “pedalar quadrada”. Pois assume-se que a pedalada é sempre redonda, uma vez que o movimento associado é uma circunferência perfeita com eixo no centro pedaleiro.

No entanto a expressão “pedalar redondo”, refere-se à força aplicada durante o processo de pedalada e não ao movimento em si. Um atleta que aplica força durante os 360º do movimento em circunferência, está a “pedalar redondo”, os restantes não. Poderemos até dizer que é uma pedalada quadrada e totalmente subaproveitada.

Se a nossa fisionomia nos coloca à disposição 8 grupos musculares nos membros inferiores para utilizar na pedalada, porquê desperdiçar?

Estes são os grupos musculares envolvidos na pedalada e nos respectivos momentos da mesma.

Estes são os grupos musculares envolvidos na pedalada e nos respectivos momentos da mesma.

O ciclista típico apenas pisa o pedal num movimento descendente, aliviando de imediato a tensão muscular para repetir o processo com o outro pé.

E é aqui que confundimos se estará a pedalar, ou a treinar para participar numa vindima no Douro.

Nos seus treinos no rolo, depois de um bom aquecimento e de preferência já a meio da sessão, comece por realizar etapas onde irá pedalar só com um pé e trocar a cada 30 segundos, comece por sequências curtas de 3/5 repetições com cada pé e faça intervalos após as repetições de pelo menos 5 minutos. Experimente começar em Zona 2 (para quem já tem zonas de treino definidas, os meus atletas trabalham com 6 Zonas) e vá subindo a dificuldade (subir de Zona e aumentar as repetições em numero e em tempo) à medida que se habitua a manter a cadência e suavidade da pedalada “a solo”

Treinar a “pedalada redonda” é no entanto um processo moroso, mas quanto mais depressa assimilar este processo mais rapidamente verá os resultados a aparecer. Uma pedalada mais suave, homogénea e extremamente eficaz.

Anúncios

2 responses to “Pensas que sabes pedalar?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s