A “Primavera Árabe”

Ontem entramos na Primavera. Esta é a primeira primavera de muitas, uma verdadeira “Primavera Árabe” à Portuguesa.

rodas quadradas

Esta era a visão de alguns em relação à bicicleta e ás suas potencialidades na mobilidade urbana.

Aqueles que viam a bicicleta como um veiculo que não ia a lado nenhum, foram obrigados a engolir um “Novo Código da Estrada”, que veio acabar com a descriminação do utente da via, em função do veiculo que utilizavam.

Somos todos cidadãos de direitos iguais e finalmente isso foi reconhecido e consagrado na lei, e as bicicletas deixaram de atrapalhar o trânsito, para serem consideradas como parte do mesmo.

Não se tratou de uma birrinha de betinhos que querem pedalar pela estrada forra feito “Hippies”, tratou-se de defender os direitos de quem usa a estrada para praticar desporto,  ir para o emprego, para trabalhar. O Titulo de Campeão do Mundo que Rui Costa trouxe para Portugal, não foi feito em laboratório e muito menos em ciclovias, foi trabalhado por essas estradas fora, estradas entregues apenas ao automobilistas e portanto este foi um Titulo trabalhado na “berma”.

Mas havia e ainda há quem entenda a bicicleta apenas como um veiculo/objeto de lazer e nada mais, sem qualquer potencialidade para além disto. E é esta situação que é alarmante, porque o ciclista não pode nem deve ser visto como um prevaricador e sim como um utilizador de pleno direito.

Esta alteração à lei permitiu-nos crescer um pouco mais como sociedade.

Esta alteração à lei permitiu-nos crescer um pouco mais como sociedade.

Nesta nossa “Primavera Árabe” crescemos mais um bocadinho e colocamos-nos um bocadinho mais próximos daqueles países desenvolvidos com que habitualmente se enche a boca para os usar como exemplos de evolução, salientando sempre a discrepância de salários entre eles e nós. Mas eles não chegaram lá apenas pelos vencimentos elevados e sim por um conjunto de politicas a favor das pessoas.

semaforo

Para o mundo das bicicletas a primavera marca também o inicio de um novo ciclo, em que o bom tempo convida a sair à rua e todos os anos mais pessoas experimentam sair, mas a pedalar. Isto de pedalar é um verdadeiro ciclo vicioso, porque : quanto mais pessoas pedalam, mais pessoas serão contagiadas a pedalar, uns ficam-se pelas voltas de primavera, outros ficaram agarrados o ano inteiro e ao desporto, outros irão este ano experimentar pedalar para o trabalho e uns poucos ficarão com este vicio tão saudável.

A Primavera de 2014 vai ter mais Sol.

A Primavera de 2014 vai ter mais Sol.

Mas este ano, marca uma revolução, a primeira primavera em que a bicicleta tem lugar na estrada, pedalar a par já não precisamos pedalar a par na clandestinidade, já não precisamos de pedalar a roçar o pedal no passeio e de cabeça baixa a cada buzinadela que nos mandava encostar, já é claro que o passeio não nos pertence a nós ciclistas e que as ciclovias tem prioridade.

Já não andamos em terreno inimigo.

Já não andamos em terreno inimigo.

Estes novos direitos trazem também grandes responsabilidades, a estrada não deixou de ser um local perigoso, por isso informe-se e forme-se sobre os seus direitos, deveres e postura a adoptar na estrada, tendo em conta a sua segurança e a segurança dos demais utentes.

Não se sinta pressionado a circular na estrada se não se sente preparado(a), frequente um curso de ciclismo e ganhe confiança. A estrada pode ser um local perigoso.

Não se sinta pressionado a circular na estrada se não se sente preparado(a), frequente um curso de ciclismo e ganhe confiança. A estrada pode ser um local perigoso.

Desejo a todos uma excelente primavera, cheia de sol e muitas pedaladas.

O capacete não é obrigatório, mas pode salvar-lhe a vida.

O capacete não é obrigatório, mas pode salvar-lhe a vida.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s