A mobilidade urbana é feita de cangalhos.

falei nisto e vou aproveitar esta Primavera para acabar com este tabu.

O carbono, o titânio e as ligas “XPTO” não fazem a mobilidade urbana.

A verdadeira mobilidade urbana é quase sempre feia, com ferrugem, cheia de aço e suspensões pouco sensíveis, cestos, acessórios, refletores, pneus que mostram bem os quilómetros feitos e toques de personalização.

Toda esta harmonia contra a estética funciona em perfeita sintonia com a mobilidade urbana pura, é simples, é pratica é gasta a verdadeira bicicleta da cidade.

cangalho1

A mobilidade urbana é “aquele” monte de ferrugem agarrada ao poste, é aquela bicicleta de 18 velocidade comprada no hipermercado e que já só funcionam 2 velocidades, mas que todos os dias a encontras amarrada à mesma grade.

A bicicleta do homem do talho e do merceeiro parece que está a voltar.

Se encontras destas bicicletas nas ruas que cruzas, envia-nos as tuas fotos, vamos mostrar estes cangalhos que são a verdadeira essência da mobilidade urbana.

 

Gostaste do artigo? Identificas-te com o tema e com o movimento? Passa no FACEBOOK e deixa-nos lá um

Like_1

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s