ASC / BikeZone um exemplo de Responsabilidade Social

ASC / Bikezone

Camisola do Campeonato Regional do Porto

Faz hoje 1 anos que o desporto ficava mais pobre com o atropelamento mortal do atleta Espanhol Iñaki Lejarreta.

Naquela estrada ficava um ciclista, um jovem que trabalhava, um marido e um futuro pai que nunca chegou a ver a filha que nascia pouco mais de um mês depois, naquela estrada, às mãos de um cidadão armado com um veiculo automóvel, morreu um jovem ciclista.

Pouco tempo depois, outro ciclista, separados por milhares de quilómetros morreria da mesma forma, nas mesmas circunstâncias, enquanto trabalhava. Burry Stander treinava com o seu pai, quando um taxista lhe pôs fim à vida.

Em 2011 laçamos um desafio a que muitos entusiastas tem respondido e aderido, mas apenas uma equipa assumiu essa responsabilidade.

A União Ciclista de Vila do Conde, através da sua equipa de btt a ASC / BikeZone aceitou o desafio e a responsabilidade de promover uma mensagem com uma enorme Responsabilidade Social. É importante salientar que este é um bom exemplo vindo ainda para mais de uma equipa com uma responsabilidade acrescida, sendo ela a Campeã Nacional de XCO de 2013 e também a equipa do atual Campeão Nacional de XCO em Elites (a categoria rainha), Mário Costa.

À data da criação da campanha “Partilhe a Via” não havia qualquer campanha ou mensagem do género e á data de hoje, continua a não haver. Esta situação reforça a ideia original e a atitude de quem abraçou esta responsabilidade, o benefício é nosso (ciclistas) a responsabilidade de lhe dar inicio deve também ser nossa.

2014 é um não mais difícil ainda, as alterações ao código da estrada procuram beneficiar o utilizador da bicicleta, nós ciclistas passamos a ter os mesmos direitos na via que qualquer outro utilizador independentemente do modo como se desloca, mas ficamos igualmente expostos, porque esta informação tem chegado de forma deficiente aos utilizadores da via.

Os ciclistas não procuram “dominar” as estradas, apenas circular nelas com a devida segurança e respeito, a bicicleta beneficia o tráfego automóvel e  Nós sabemos, mas eles (automobilistas) não!

Fica novamente o convite para que mais ciclistas e clubes se juntem e aceitem também esta responsabilidade que lhes pertence por dever e direito, promover a segurança na via.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s